Mariana Braga Figueredo

Thursday, October 13, 2005

1ª Que quer dizer a palavra crítica?

A palavra crítica vem do grego e possui três sentidos principais:
Capacidade para julgar, discernir e decidir corretamente;
Exame nacional de todas as coisas sem preconceito e sem pré-julgamento;
Atividade de examinar e avaliar detalhadamente uma idéia, um valor, um costume, um comportamento, uma obra artística ou cientifica.

A atitude filosófica é uma atitude crítica porque preenche esses três significados da noção crítica, a qual, como se observa, é inseparável da noção de racional, que vimos anteriormente.

2ª Quando passamos da atitude costumeira para a atitude filosófica?

Quando o que era objeto de crença aparece como algo contraditório ou problemático e por isso se transforma em indagação ou interrogação, estamos passando da atitude costumeira à atitude filosófica.

3ª Que significa dizer que a Filosofia se volta preferencialmente para os momentos de crise ou críticos?

A filosofia se interessa por aquele instante em que a realidade natural (o mundo das coisas) e a realidade histórico-social (o mundo dos homens) tornam-se estranhas, espantosas, quando as opiniões estabelecidas disponíveis já não nos podem satisfazer. A filosofia volta-se preferencialmente para os momentos de crise no pensamento, na linguagem e na ação, pois é nesses momentos críticos que se manifesta mais claramente a exigência de fundamentação das idéias, dos discursos e das práticas.

4ª Por que se pergunta “Para que Filosofia?”

Verdade, pensamento racional, procedimentos especiais para conhecer fatos, aplicação pratica de conhecimentos teóricos, correção e acumulo de saberes: esses objetivos e propósitos das ciências não são científicos, são filosóficos e dependem de questões filosóficas. O cientista parte delas como questões j respondidas, mas é a Filosofia quem as formula e busca respostas para elas.
Assim, o trabalho das ciências pressupõe, como condição o trabalho da filosofia.

5ª Quais as três principais perguntas que caracterizam a atitude filosófica?

· Perguntar o que é (uma coisa, um valor, uma idéia, um comportamento). Ou seja, a filosofia pergunta qual é a realidade e qual é a significação de algo, não importa o que;
· Perguntar como é (uma coisa, uma idéia, um valor, um comportamento). Ou seja, a filosofia indaga como é a estrutura de sistemas de relações que constitui a realidade de algo;
· Perguntar por que é (uma coisa, uma idéia, um valor, um comportamento). Ou seja, porque algo existe, qual é a origem ou a causa de uma coisa, de uma idéia, de um valor, de um comportamento.

6ª O que é e como é a reflexão filosófica?

É o movimento pelo qual o pensamento, examinando o que é pensado por ele, volta-se para se mesmo como fonte desse pensado. É o pensamento interrogando-se a si mesmo ou pensando-se a si mesmo. É a concentração mental em que o pensamento volta-se a si próprio para examinar, compreender e avaliar as suas idéias, suas vontades, seus desejos e sentimentos.
A reflexão filosófica é radical porque vai a raiz do pensamento, pois é um movimento de volta do pensamento sobre si mesmo para pensar-se a sim mesmo, para conhecer como é possível o próprio pensamento ou o próprio conhecimento.

7ª Quais os três conjuntos de questões que organizam a atitude filosófica?

  • Por que pensamos o que pensamos, dizemos o que dizemos e fazemos o que fazemos? Isto é, quais os motivos, as razões e as causas para pensarmos o que pensamos, dizemos o dizemos, fazemos o que fazemos?
  • O que queremos pensar quando pensamos, o que queremos dizer quando falamos, o que queremos fazer quando agimos? Isto é, qual é o conteúdo ou o sentido do que pensamos, dizemos ou fazemos?
  • Para que pensamos o que pensamos, dizemos o que dizemos, fazemos o que fazemos? Isto é, qual a intenção ou a finalidade do que pensamos, dizemos e fazemos, dizemos ou fazemos?


8ª Explique o que é a Filosofia como saber a respeito da realidade externa ao pensamento e acerca da realidade interna aos seres humanos?

A filosofia é identificada com a atividade de algumas pessoas que pensam sobre a vida moral, dedicando-se a contemplação do mundo e dos outros seres humanos para aprenderem e ensinar a controlar seus desejos, sentimentos e impulsos e a dirigir a própria vida de modo ético e sábio. A filosofia seria uma escola de vida ou uma arte do bem viver; seria uma contemplação do mundo e dos homens para nos conduzirem a uma vida justa, sabia e feliz, ensinando-nos o domínio sobre nos mesmos, sobre nossos impulsos, desejos e paixões.


9ª Que significa dizer que a Filosofia é um pensamento sistemático ou uma interrogação sistemática?

O conhecimento filosófico é um trabalho intelectual. É sistemático porque não se contenta em obter respostas para questões colocadas, mas exige que as p´ropias questões sejam válidas e, em segundo lugar, que as respostas sejam verdadeiras, estejam relacionadas entre si, esclareçam umas às outras, formem conjuntos coerentes de idéias e significações, sejam provadas e demonstradas racionalmente.

10ª Explique brevemente as três principais definições de Filosofia que não podemos aceitar inteiramente?

  • Visão de mundo: nessa definição a Filosofia corresponderia, de modo vago e geral, ao conjunto de idéias, valores e práticas pelos quais uma sociedade apreende e compreende o mundo em si mesma, definindo para si o tempo e o espaço, o sagrado e o profano, o bom e o mau, o contingente e o necessário, entre outros.
    Essa definição não consegue acercar-se da especificidade do trabalho filosófico e por isso não pode ser aceita como definição da Filosofia.
  • Sabedoria de vida: Nessa definição a Filosofia é identificada com a atividade de algumas pessoas que pensam sobre a vida moral, dedicando-se à contemplação do mundo e dos outros seres humanos para aprender e ensinar a controlar seus desejos, sentimentos e impulsos e a dirigir a própria vida de modo ético e sábio.

    Essa definição nos diz de modo vago o que se espera da Filosofia, mas não o que é e o que faz a Filosofia, por isso também não podemos aceitá-la.
  • Esforço racional para conceber o universo como uma totalidade ordenada e dotada de sentido: Nessa definição, atribui-se à Filosofia a tarefa de conhecer a realidade inteira, provando que o universo é uma totalidade, isto é, algo estruturado ou ordenado por relações de causa e efeito, e que essa totalidade é racional, ou seja, possui sentido e finalidade compreensíveis pelo pensamento humano.
    Essa definição é problemática por que dá a Filosofia a tarefa de oferecer uma explicação e uma compreensão totais sobre o universo, elaborando um sistema universal ou um sistema do mundo, mas sabemos, hoje, que essa tarefa é impossível.

11ª Explique a definição da Filosofia como fundamentação teórica e crítica dos conhecimentos e das práticas?

Como fundamentação teórica e critica, a filosofia ocupa-se com os princípios, as causas e as condições do conhecimento que pretenda ser racional e verdadeiro; com a origem a forma e o conteúdo dos valores éticos, políticos, religiosos, artísticos e culturais; com a compreensão das causas e das formas da ilusão e do preconceito do plano individual e coletivo; com os princípios as causas e as condições das transformações históricas dos conceitos, das idéias, dos valores e das práticas humanas.

12ª Explique por que a atividade filosófica é uma análise, uma reflexão e uma crítica.

A atividade filosófica é uma análise (das condições e princípios do saber e da ação), uma reflexão (volta do pensamento sobre si mesmo para conhecer-se como capacidade para o conhecimento, a linguagem, o sentimento e a ação) e uma crítica (avaliação racional para discernir entre a verdade e a ilusão, a liberdade e a servidão, investigando as causas e condições das ilusões e dos preconceitos individuais e coletivos, das ilusões e dos enganos das teorias e práticas científicas, políticas e artísticas, dos preconceitos religiosos e sociais, da presença e difusão de formas de irracionalidade contrárias ao exercício do pensamento, da linguagem e da liberdade).
Essas três atividades (análise, reflexão e crítica) estão orientadas pela elaboração filosófica das idéias gerais sobre a realidade e os seres humanos.
E para que essas três atividades se realizem, é preciso que a Filosofia se defina como busca de fundamentos e do sentido da realidade em suas múltiplas formas, indagando o que essas formas de realidade são, como são e por que são, e procurando as causas que as fazem existir,permanecer, mudar e desaparecer.

13ª quais as indagações da Filosofia segundo Kant?

Que podemos saber? É a pergunta sobre o conhecimento, isto é, sobre os fundamentos do pensamento em geral e do pensamento cientifico em particular;
Que podemos fazer? É a pergunta sobre a ação e a expressão humana, isto é, sobre os fundamentos da ética, da política, das artes, das técnicas e da história.
Que podemos esperar? É a pergunta sobre a esperança de uma outra vida após a morte, isto é, sobre s fundamentos da religião.

14ª Qual a utilidade da Filosofia?

Abandonar a ingenuidade e os preconceitos do senso comum;
Não se deixar guiar pela submissão às idéias dominantes e aos poderes estabelecidos;
Buscar compreender a significação do mundo, da cultura, da historia;
Conhecer o sentido das criações humanas nas artes, nas ciências e na política;
Dar a cada um de nós e à nossa sociedade os meios para serem conscientes de si e de suas ações numa prática que deseja a liberdade e a felicidade de todos